15 de nov de 2009

A primeira crônica que eu escrevo !!! =D


Sorriso sarcástico

Sempre quis ter um sorriso sarcástico, pode parecer idiota, mas um sorriso desses serve pra tudo. Gostaria de saber onde arrumar um, o ruim é que toda vez que eu pergunto a uma pessoa com um sorriso sarcástico como posso ter um também, sabe como o miserável responde? Com o mais sarcástico dos sorrisos... Não de orelha a orelha, esse tipo de sorriso é mais discreto, entretanto sua acidez é brutal.

Estou desesperado, tentei treinar na frente do espelho, fiz escola de teatro, pedi pro papai Noel em época de natal (este sarcasticamente disse que eu não era bom o suficiente pra ganhar isso), pedi pra político corrupto em época de eleição (esse dizia que ia me dar e depois que eu votasse, ele me pagou com advinha com que sorriso?). Se tivesse eu o dom desse sorriso leviano poderia responder todas essas ofensas com ele, não só isso poderia sorrir sarcasticamente quando:

-Enganasse uma mulher ou fosse enganado por uma; pedisse demissão ou se eu fosse demitido; visse o amor partir ou abandonasse deliberadamente o mesmo, antes de morrer, depois de matar e aquele gás fedorento boiando órfão no elevador(advinha qual seria o atestado de minha paternidade?)... Quando em meus sonhos meu passado me atormentasse pela omissão em minha própria vida, quando a luz do sol entrasse em meu quarto e eu fechasse a janela, ou quando o planeta chorasse lágrimas de sangue e suasse o nosso vapor fóssil, certamente reclamando pela minha vida consumista... Sabe como responderia a tudo isso?

Claro... Com o tão desejado sorriso sarcástico, ele serve pra tudo, exceto para os momentos de FELICIDADE.

2 de nov de 2009

Deuses, Loucos e astronautas


Os loucos são como os deuses,
Impõe-se em uma ordem de mundo aleatória,
Encarceram-se em regiões pouco lúcidas
Arrastadas pela maré de suas mentes lúdicas,
Vivem em duas realidades, na verdade
E enxergam apenas em uma, infelizmente.
Os loucos são solitários...
Ou solitário seria nosso mundo demente?

Deuses são como os astronautas,
Não conhecem a monotonia da vida,
A aspereza da rotina e a tristeza da guerra,
A morte não alcança os deuses,
Não alcança quem é maior que a terra,
Não quem bebe na fonte do infinito
E preenche o vácuo com sua própria realidade,
Os astronautas são solitários...
Seriam os loucos astronautas?